WaveVision: Melhor estande de plantas resulta em melhor produtividade. Para ter uma contagem precisa das sementes que planta, você depende dos sensores de sementes. Mas sensores óticos originais de fábrica não são totalmente confiáveis em condições de poeira ou próximo a pneus que levantam impurezas. Eles reportam poeira e impurezas como sementes. Com isso você tem uma contagem imprecisa. Consequentemente, sua produtividade cai, pois você não está fazendo os ajustes necessários enquanto planta.

 

Os sensores WaveVision com tubo de sementes não dependem de ótica. Eles não enxergam a semente, eles medem a massa, usando sensores de alta frequência. WaveVision mostra a diferença entre sementes e poeira, contando apenas as sementes. Você consegue contagem precisa, assim planta exatamente o que planejou. A produtividade sobe.

 

Evite desgaste prematuro

Nós inserimos uma carcaça com carbeto de tungstênio, que previne o desgaste causado pelos discos de corte, garantindo uma boa vida útil ao sensor. É uma solução simples para um problema irritante e caro.

 

Substituir o sensor ótico significa dar adeus ao efeito de ricochete

Muitas vezes, as sementes batem na aresta do sensor ótico no caminho pelo tubo. Quando isso acontece, elas ricocheteiam, causando um problema de espaçamento muito parecido com falha ou dupla. O tubo de sementes WaveVision reduz esse erro ao eliminar o sensor ótico de dentro do tubo.

Uma visão mais detalhada
Para medir a população, espaçamento, falhas e duplas, você depende da precisão dos seus sensores de sementes. Mas sensores óticos têm quatro grandes problemas:Poeira é contada como semente.Duplas são contadas como semente única.A poeira tapa o facho de luz do sensor.Eles são montados no meio de tudo. Como os sensores óticos usam fachos de luz, estão suscetíveis a tudo que pode interromper esses fachos. Por isso poeira é um grande problema. A poeira que sobe pelo tubo de sementes é contada como semente. Assim o sensor ótico frequentemente conta mais sementes que o que realmente foi plantado, o que mascara sua população de plantas. Muitas vezes, as condições de plantio não são adequadas, e temos vento e poeira, que podem trazer grandes problemas – a poeira confunde o sensor ótico, podendo fazer a população variar em dez ou vinte mil sementes por hectare. O pior impacto são os constantes relatórios de população incorretos devido à poeira.E, se não bastasse isso, existe o problema da poeira tapar o facho de luz do sensor, causando falha total na contagem.Sensores óticos devem ser montados no meio do tubo de sementes, a fim de garantir que eles fiquem longe da poeira. A maior parte dos problemas de espaçamento ocorre devido ao ricochete da semente no tubo, e só a leitura na parte inferior do tubo traz precisão. Assim você não tem uma boa ideia do espaçamento com sensores óticos. E, por fim, sensores óticos enxergam a superfície das sementes – somente o plano que interrompe o facho de luz. Então, sementes duplas que se movem ao longo do tubo juntas serão contadas como semente única.O WaveVision elimina esses problemas e fornece informação limpa e confiável ao monitor. Ondas de rádio de alta frequência proporcionam, em vez de luz, “visão 3D” das sementes. O sensor enxerga massa, não formato. Então duplas são duplas. As ondas de rádio enxergam através da poeira. E isso significa que podemos montar o sensor onde ele deveria estar, no final do tubo de sementes, o mais próximo do solo possível.

WaveVision
Melhor visão
Melhor resultado

 

WaveVision